15 jan, 2018

Minha empresa pode sumir do Facebook?

por Redação Marketing Chef em Conteúdo

Em 2017 o presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou que a rede social alcançou a marca de 2 bilhões de usuários por mês. No mesmo ano, Zuckerberg disse em entrevista à CNN que percebeu que conectar as pessoas não era o bastante.

“Agora percebemos que precisamos fazer mais também. É importante dar voz às pessoas, ter uma diversidade de opiniões por aí, mas, além disso, você também precisa fazer esse trabalho de construir uma comunidade para que todos possam avançar juntos”.

O que parecia ser apenas um discurso em prol da aproximação das pessoas, agora se tornou real. Agora em 2018, o Facebook anunciou novas mudanças no algoritmo. Desta vez, a novidade da rede vai prejudicar o alcance das páginas de notícias, restaurantes, bares e qualquer outra marca, e melhorar o tráfego de postagens pessoais.

Ou seja, nos próximos meses, a linha do tempo do Facebook mudará novamente, dando mais prioridade para posts de amigos e familiares. Com isso, o alcance de Páginas vai diminuir ainda mais, levando alguns estudiosos da área a afirmarem que 2018 pode cravar o fim do alcance orgânico das Páginas.

Mas, o que são essas Páginas?

As Páginas, ou fanpages em inglês, foram criadas pelo Facebook para facilitar o contato do público com marcas, artistas, restaurantes e outros negócios de forma mais abrangente que os perfis pessoais.

Diferentemente de perfis, as Páginas reúnem pessoas interessadas sobreo seu produto ou os assuntos que você publica, sem a necessidade a aprovação de amizade. É o seu cliente em potencial que escolhe se vai ou não seguir as atualizações de determinada página.

Com as Páginas, seu restaurante ou bar consegue atingir de forma mais assertiva os seus potenciais clientes, ou pessoas que podem se interessar pelo seu produto.

Ok, mas você também falou em Alcance Orgânico….

De acordo com o Facebook: “O alcance orgânico é o número total de pessoas que viram suas publicações por meio de uma distribuição não paga”. Ou seja, você tem uma Página no Facebook e alimenta ela com posts sobre os seus produtos e outros assuntos que o seu público pode se interessar, mas sempre de forma gratuita. Dessa forma, você não investe de nenhuma maneira para que o Facebook mostre as suas publicações. Isso é o alcance orgânico da sua página.

Isso significa que, a partir de agora, seu restaurante vai precisar investir cada vez mais não só no conteúdo, como também no impulsionamento dessas publicações, para não sumir da maior rede social do mundo.

Essa estratégia segue um raciocínio bem claro da rede social: Se o público sai da rede, as marcas também saem. Isto é, o Facebook está investindo cada vez mais na interação entre as pessoas, para atrair cada vez mais público para si, e assim, obter também maior investimento do seu negócio.

Diante disso, existem duas formas de adaptação:

– A primeira é focar no engajamento. Como você pode fazer isso? Fazendo publicações com imagens bem trabalhadas e textos impecáveis que tragam mais curtidas, comentários e compartilhamentos. Isso porque publicações com poucas reações ou comentários terão os maiores declínios;

– A segunda pode ser resumida em apenas uma palavra: Investimento.
Cada vez que a sua empresa investe em anúncios ou posts na rede, mais sua página e seu conteúdo alcançam pessoas. Se sua empresa ainda não anuncia no Facebook, esse é o momento para começar.

Assim como ter espaço em outros tipos de mídia, como rádio, TV, ou outdoors nunca foi de graça, o alcance no Facebook e no Instagram será ainda mais caro. Mas, existe uma grande vantagem nesse tipo de investimento: o direcionamento do seu investimento é mais preciso e tem a capacidade de gerar um ótimo retorno para o seu negócio. Além disso, sua Página ainda terá um alcance gratuito, mesmo que cada vez menor.

 

Redação Marketing Chef