experiencia para aumentar as vendas em restaurantes
02 out, 2018

Aumentar as vendas em restaurantes: foque na experiência

por mktchef em Consultoria,Conteúdo

Focar na experiência do cliente faz aumentar as vendas em restaurantes, sabia? E esse é um dos grandes motivos para investir nisso.

Você já parou para se perguntar, por exemplo, por que seu restaurante não tem o movimento que você esperava?

Essa matéria foi feita para quem quer aumentar as vendas focando nas emoções dos potenciais clientes. Ou seja, o que eles querem? O que os faz sentir seguros? Nesse sentido, o que faria o público trocar o restaurante que costumam frequentar e tornar-se cliente assíduo do seu restaurante?

Portanto, continue lendo e aprenda a aumentar a satisfação do cliente e, consequentemente, suas vendas.

4 passos para aumentar as vendas em restaurantes com foco na experiência

Existem inúmeras estratégias para aumentar as vendas em restaurantes que você pode aplicar, seja ele um restaurante fino ou um fast food. Porém é necessário que o foco esteja totalmente voltado para satisfazer o cliente em todos os seus sentidos.

Assim, temos 4 passos indispensáveis para tornar o seu restaurante mais rentável:
  1. Exceder às expectativas;
  2. Oferecer a melhor experiência para o cliente;
  3. Entender o que o cliente quer;
  4. Conquiste seus clientes, invista em diferenciais.

1. Exceder às expectativas

Para chamar a atenção dos clientes, é necessário ir além das motivações que os levam a comer e beber em um determinado lugar. É preciso proporcionar sensações positivas, que fiquem em sua memória e promova a sua fidelidade. Mas afinal, como fazer isso?

A personalização é fundamental para construção da experiência do cliente. Um ambiente planejado, com design diferenciado e a presença de elementos que traduzam a essência do restaurante são fundamentais para a percepção de qualidade do produto.

O que muitos gestores de food service esquecem é que a experiência do cliente é o núcleo do restaurante. Ao criar uma experiência valiosa, o negócio se  difere da concorrência. Através da experiência que o seu restaurante oferece você pode atingir seu alvo, ou, em outras palavras, vender mais.

De um modo geral, donos de restaurantes focam apenas no segundo estágio da experiência do cliente. Focar apenas no sabor do prato é erro comum, falhando ao esquecer da pré e pós experiência do cliente. Na verdade, o restaurante tem dois momentos para vender. Primeiro, quando recebe o cliente sentado (pré experiência) e o segundo é quando convence o cliente de ter feito uma boa escolha.

2. Oferecer a melhor experiência

Lembre-se, um bom prato de comida é um ponto de partida. Todavia, o cliente não se satisfaz somente com bons pratos. Eles desejam uma experiência completa  que inclui a atmosfera, ambiente, cores, cheiros e sabores.

Os 05 sentidos do cliente devem ser aguçados para proporcionar a melhor experiência. Este ingrediente é garantia de tornar seu negócio mais especial e também, mais rentável.

Da cor dos pratos que são servidas as refeições até o tipo de música que toca no salão, tudo contribui para a percepção do cliente na experiência que ele vivencia enquanto aprecia seus pratos. Toda comunicação visual é um benefício!

Exemplo disto, são experimentos realizados com bebidas geladas servidas em copos com diferentes cores. Como resultado, os participantes que beberam bebidas em copos de cores frias, como verde ou azul, tiveram a percepção de maior frescor se comparados com aqueles que beberam seus drinks em copos de cores quentes.

Outro fato interessante foi constatar que, o volume da música dentro do estabelecimento interfere nas vendas também. Os clientes que consomem bebidas, consomem muito mais em ambientes com músicas em volumes mais altos.

3. Entenda o que o cliente quer

Nos dias atuais, restaurantes e fast foods vão além da comida, criando uma relação de comunicação mais próxima com as pessoas. Clientes são diferentes em muitos aspectos e estas diferenças resultam em variados comportamentos de compra.

Interpretar aquilo que o cliente quer ou suas expectativas é ferramenta que possibilita o seu negócio a oferecer algo irresistível.

Afinal, ainda é importante enxergar o cliente como aquele que quer ser alimentado com boa comida. Bem como é importante olhar para este mesmo cliente como alguém que você precisa conhecer melhor e aprender mais sobre sua vida e desejos.

Diferentes motivações levam as pessoas ao ato de consumir:
  1. Conforto;
  2. Sentir-se seguro;
  3. O aspecto social;
  4. Valor agregado;
  5. Necessidade de novidade.

Conforto

Relacionar comida com conforto, na maioria dos casos estamos tratando daquelas “confort-foods“, em outras palavras, alimentos que cada pessoa está acostumada a comer e que remete àquilo que lhe faz bem. Isto é bastante pessoal, porém, no que cabe ao restaurante, é importante se preocupar com o conforto do cliente como um todo.

Ambiente agradável, bom serviço, sem longas filas de espera e estacionamento conveniente são características que o seu estabelecimento deve oferecer aos clientes. Isso faz toda a diferença no seu negócio e com certeza, o diferenciará dos demais, fazendo o cliente escolher o seu restaurante em detrimento de algum concorrente seu.

Sentir-se seguro

Aqui, o termo seguro não está exclusivamente ligado a segurança física, como cadeiras resistentes ou bairro tranquilo. Os clientes atuais estão muito ligados a determinadas marcas e muitas vezes, consumir marcas desconhecidas não despertam a sensação de segurança no sentido da qualidade.

Situação típica para ilustrar esta percepção é o caso da Catupiry®. Muitas pizzarias ao utilizarem o requeijão cremoso, preferem marcas mais baratas e que talvez tenham qualidade e sabor melhor que o tradicional Catupiry®. Porém, é bastante comum clientes questionarem se o “‘catupiry” (na verdade, o requeijão cremoso) utilizado é o Catupiry® “de verdade”.

Muitos restaurantes usam marcas de produtos enlatados, condimentos, etc. que, embora possam ser mais baratos e ainda de boa qualidade, porém, isso pode ser o suficiente para afastar o cliente.

Por isso, se esforce para gerar a sensação de segurança de seus clientes que também pode ser trazida por usar marcas reconhecidas por sua qualidade inquestionável.

Aspecto Social

É importante gerente e funcionários estarem conectados aos clientes, sempre prestando atenção nas suas preferências e particularidades. Um serviço bem prestado engloba também uma boa interação com os clientes. Boa memória sobre aquilo que o cliente gosta ou não gosta, por exemplo. Imagine um cliente habitual que tem alergia a certo alimento e o gerente sabe desta condição! É certo que ele vai dar preferência ao estabelecimento que saiba da sua condição e adapta seu prato à sua necessidade.

O mesmo vale para clientes com crianças, que muitas vezes fazem pedidos bem específicos a fim da agradar o paladar da criança. Um gerente ou garçom atencioso faz toda a diferença, podendo motivar o retorno destes clientes em outras ocasiões.

Valor agregado

O que os clientes esperam é adquirir algo de valor, que valha a pena ser gasto. Ou seja, o cliente estará muito mais tentado em consumir um prato que além de valer a pena, pareça ser especial, diferente.

Imagine um simples prato de macarrão com tomates. Ele pode ser divino, talvez feito com ingredientes 100% frescos e orgânicos de primeira qualidade. Porém, se no menu apenas constar “macarronada com molho de tomate” isso provavelmente não vai despertar no cliente a sensação de consumir algo de valor. E isso pode sim aumentar as vendas em restaurantes.

Ao contrário, se este mesmo prato, estiver descrito no menu da seguinte forma:  “pasta artesanal de grano duro, com molho de tomates frescos orgânicos, com um toque do mais puro azeite italiano e aromatizado com manjericão fresco orgânico da nossa própria horta”, com certeza, faz toda a diferença. Esse descritivo cria uma “imagem” na cabeça do cliente, fazendo-o desejar este prato.

Mas lembre-se de ser fiel àquilo que você oferece. Todos os ingredientes descritos devem estar presentes na receita.

Necessidade de novidade

Curiosidade é um elemento bastante forte, pois ninguém resiste a um toque de novidade.  Evite deixar seu restaurante envelhecer e perder o interesse dos clientes.

Um prato novo, uma promoção sazonal, datas especiais, tudo vale para dar uma pitada de novidade.

4. Conquiste seus clientes, invista em diferenciais para aumentar as vendas em restaurantes

O seu restaurante tem que oferecer algo especial, diferente daquilo que ele possa encontrar em qualquer outro restaurante. E você está aqui porque precisa aumentar as vendas em restaurantes. Portanto, siga a nossa dica! Ofereça algo único, uma experiência única ou um benefício. Quem sabe noites temáticas ou talvez, chefs convidados com um menu especial e imperdível. Permitir o cliente customizar seu próprio prato também pode ser uma ótima ideia. Convença seu cliente atraindo-o com algo diferente e que seja, sobretudo, relevante para ele.

Focar naquilo que agrada o perfil do seu cliente é essencial no processo de convencimento e consequentemente você ira aumentar as vendas em restaurantes. E afinal, é isso que todos queremos, certo?

Ou seja,

Aumentar as vendas em restaurantes não é sempre uma questão de marketing impressionante ou gentil. É importante explorar maneiras de melhorar a experiência gastronômica e criar um senso de comunidade para seus clientes. Ao se concentrar em conhecer os seus clientes, prestar serviço genuíno e de qualidade, oferecendo a melhor comida possível, você poderá realmente fazer o seu restaurante se sobressair e, por fim, vender mais.