Redação Marketing Chef
Por Redação Marketing Chef
13 de fevereiro de 2020

Você sabe o valor da sua marca? Brand equity é o indicador do valor dado pelo seu público-alvo à sua marca. Não estamos falando somente do financeiro, mas do patrimônio que ela carrega, da identidade que foi construída.

Nesse sentido, um bom resultado depende de boas estratégias de branding, ou seja, tudo que envolve a criação de marca. Quanto mais forte, ela for, maior será seu valor de mercado.

O brand equity é importante para saber qual é a percepção do seu cliente sobre o seu negócio. Para ajudar você a construir valor de marca — que vai muito além do serviço e patrimônio físico — escrevemos esse artigo que fala como fortalecer a percepção de seus clientes sobre seu negócio. Acompanhe!

Modelo para construir o valor de marca

Vimos que o brand equity é o valor que a sua marca agrega ao seu negócio e existem várias maneiras de mensurá-lo. Nesse artigo, vamos citar uma delas: o modelo de Valor de Marca Focado no Cliente, criado por Kevin Keller, professor de marketing da Faculdade de Dartmouth, nos EUA e autor do livro Gestão Estratégica de Marca.

Ele se constitui em etapas que são construídas a partir de uma base, formando a pirâmide de valor da marca. Aplicar esse modelo é uma das formas mais eficazes de fortalecer a percepção de seus clientes sobre sua marca. Confira!  

Identidade: Quem é você?

A base da pirâmide é a identidade da sua marca. Crie consciência da sua marca e garanta que os seus clientes a reconheçam e tenham uma percepção adequada sobre ela. 

Significado: O que você é?

Saiba e comunique o que a sua marca significa — desempenho — e o que ela representa — imagens. O desempenho define como o seu serviço atende às necessidades do cliente. As imagens se referem à satisfação dele, nos aspectos social e psicológico.

Por exemplo, um restaurante ecologicamente responsável gera confiança nos clientes e atrai pessoas que se identificam com esses valores. Nesse sentido, você atribui valor à marca ao promover boas experiências para os clientes.

Reação: o que penso ou sinto sobre você?

Essa etapa se refere a forma como os clientes pensam e se sentem — julgamentos e sentimentos — em relação à sua marca. Os julgamentos dizem respeito a qualidade, credibilidade, relevância e o que o diferencia dos seus concorrentes. Os sentimentos se relacionam com as experiências: entusiasmo, diversão, excitação, segurança, aprovação social e respeito.

Relação: que conexão eu gostaria de criar com você?

Crie um vínculo mais profundo com os clientes. O nível mais difícil de alcançar da pirâmide de brand equity é a ressonância. Isso acontece quando o cliente constrói uma relação profunda com a sua marca. Keller divide a ressonância em quatro etapas:

  • Lealdade: quando seu cliente se torna regular.
  • Apego: quando seu cliente compra de você porque ama e sente um apego à sua marca.
  • Comunidade: quando seu cliente tem uma sensação de comunidade com outras pessoas que também consomem a sua marca.
  • Engajamento: quando seu cliente está envolvido com a marca, que mesmo quando não a consome, se envolve com ela, a acompanhando nas mídias sociais, por exemplo.

Agora que você já sabe o passo a passo para construir valor de marca, comece já a aumentar o seu brand equity! Se precisar de ajuda no processo de branding, nós, da Marketing Chefe podemos ajudar você. Conheça nosso trabalho!