Redação Marketing Chef
Por Redação Marketing Chef
26 de junho de 2020

O delivery, na pandemia, foi a única opção que os restaurantes encontraram para se manter ativos. Veja como será no pós COVID.

O delivery já era uma tendência no ramo da gastronomia antes mesmo da pandemia do coronavírus. No entanto, com o isolamento social, os pedidos online se tornaram a única opção para os restaurantes.

Os consumidores estão criando hábitos e, um deles, é comer em casa. Dessa forma, mesmo depois do COVID, com a reabertura gradual do comércio, muitos irão manter esse novo hábito. Isso vai mudar a forma de operação do delivery.

Dificilmente as pessoas voltarão a frequentar restaurante e bares imediatamente após o fim do isolamento. Os consumidores, cautelosos, continuarão comendo em casa por um bom tempo, segundo pesquisas. O delivery continuará sendo uma opção pós COVID e a expectativa para o setor é promissora. Saiba mais, neste artigo.

Alternativas para incluir no delivery no pós COVID

Ainda que a tendência seja a manutenção e o crescimento dos pedidos de comida em casa, os estabelecimentos precisam inovar esse processo. Muitos estão oferecendo kits de refeições para famílias. Uma opção econômica para pedir e comer em casa.

Não só os restaurantes, mas também os supermercados embarcaram na tendência do mercado de entregas. Como as pessoas estão comendo em casa, precisam de ingredientes para preparar suas refeições. Dessa forma, supermercados e mercearias estão vendendo mais por delivery.

Outra tendência é o aumento de pedidos por sobremesas. Na quarentena, as pessoas estão comendo mais, inclusive doces. Ficar em casa aumenta o apetite e cada vez mais as pessoas estão incluindo a sobremesa em seus pedidos.

Segurança no delivery pós COVID

A preocupação com a segurança alimentar aumentou na pandemia. Quanto menos contato as pessoas tiverem, melhor, o mesmo se aplica aos processos de delivery. As opções de pagamento sem contato, será tendência no mundo pós COVID.

Caso não seja possível utilizar essa forma de pagamento, é preciso cuidar da higienização das máquinas de cartão — após cada uso, limpá-las com álcool. Evitar o uso do dinheiro também é recomendado.

Aplicativos de pedidos online em alta

Outra tendência que só irá crescer no mundo pós COVID, são os pedidos por aplicativos e sites de entrega. Os restaurantes, mesmo oferecendo serviços de entrega próprios, devem usar essa tecnologia para aumentar as vendas.

O pedido por aplicativo já se tornou um hábito para os consumidores, pois além de conveniente, se preocupam com a segurança da entrega. Por isso, disponibilizar plataformas para pedidos online nos sites dos restaurantes, é algo urgente. Além de estar nos aplicativos como IFood, UberEats, Rappi, entre outros.

De qualquer forma, otimizar as operações de delivery — como usar as melhores e mais adequadas embalagens — fazem parte dos processos de revisão pós COVID.

A epidemia do coronavírus mudou a forma de atuação de restaurantes e bares e o delivery tem sido a solução para manterem as portas abertas. Assim, é essencial que os estabelecimentos estejam atentos às tendências e demandas desse novo mercado para atenderem seus clientes da melhor forma.

Se precisar de ajuda para otimizar suas estratégias de marketing para delivery, entre em contato conosco!

Tags: destaque