Redação Marketing Chef
Por Redação Marketing Chef
22 de August de 2019

O que seu negócio tem de especial que se destaca da concorrência? Como você pode criar uma marca que seja única no mercado?

É claro que essa noção deve já constar desde o plano de negócios, mas o que você colocou em prática até o momento?

Você pode estar perdendo grandes oportunidades de vendas e aumento de lucro se não ficar atento a alguns detalhes simples, que já podem projetar o seu local como um verdadeiro point.

Quer saber como? Então veja abaixo dicas sobre como destacar o seu restaurante da concorrência.

O atendimento anda junto com o marketing

Investir em decoração, ambiente e produtos do cardápio certamente ajuda a diferenciar o restaurante dos concorrentes, mas um atendimento ruim pode por tudo a perder.

Lembre-se! A sua equipe faz parte do time de marketing!!! Afinal, eles são “os garotos (as) propaganda do seu estabelecimento”.

O ideal é treinar a equipe para ter conhecimento do:

  • Propósito da sua marca/empresa no mercado – sua razão de existir;
  • Quais são os diferenciais do negócio;
  • Produtos que trazem maior retorno para casa, para que assim consigam oferta-los cada vez mais;
  • Promoções que o estabelecimento quer promover e quais são suas condições;
  • E claro, o próprio cardápio!

Um bom e personalizado atendimento não se resume a agilidade, mas em um bom relacionamento com os clientes

A equipe deve abraçar a causa da empresa e promover uma experiência. Afinal, o marketing não anda sozinho! Precisa do envolvimento e comprometimento de toda equipe para que se alcance os objetivos do restaurante.

Dependendo do perfil do seu estabelecimento, existem pessoas que adoram bater papo com os atendentes ou terem uma relação de proximidade, como se falassem com um amigo.

Por outro lado, restaurantes mais requintados também exigem profissionais mais elegantes, que conheçam todos os elementos de cortesia e etiqueta para tornar aquela experiência ainda mais especial.

O problema do cliente, também é o seu!

Buscar ser o melhor da concorrência também exige uma boa dose de humildade e reconhecimento de erros.

Se os clientes saírem insatisfeitos com algum elemento do restaurante (comida, bebida, higiene, lotação, acessibilidade, entre outros) provavelmente não irão recomendar o local ou poderão espalhar avaliações negativas.

Treine seus colaboradores para que possam resolver os problemas e reclamações do cliente. Quando não for possível resolver os imprevistos, capacite sua equipe também para mostrar empatia e propor ideias ou soluções alternativas para remediar o acontecido na medida do possível.

Procure ter atenção também quando reclamações forem feitas nas mídias sociais e responda-as de forma personalizada e humanizada. Clientes percebem e não veem com bons olhos respostas automáticas e impessoais as suas reclamações.

Conteúdo nas redes sociais a seu favor!

O Instagram é uma das plataformas que tem mais dado certo para o ramo alimentício, mas também não impede do seu estabelecimento ter contas em outros canais. Tudo depende da onde está o seu público alvo!

As vezes a estratégia de uma industria alimentícia, por exemplo, não se aplica para um restaurante e vice-versa. O estudo de público alvo é essencial. Já falamos por aqui sobre como criar suas personas.

Dicas de conteúdo que você pode abordar em suas páginas:

  • Da onde vem seus insumos;
  • Quais são seus padrões de qualidade;
  • Quais os valores da sua empresa;
  • Como o seu produto pode melhorar a vida das pessoas;
  • Quem consome seus produtos;
  • Promoções – mas lembre-se, cerca de 10% a 20% da sua timeline deve envolver esse assunto, afinal as pessoas não estão nas redes sociais para ver propagandas e sim conteúdo relevante.
  • Novidades do seu restaurante;
  • Cardápio do seu negócio;

E por aí vai…

Apesar das redes sociais serem um canal de mais fácil acesso dos usuários, o empreendedor deve saber de uma questão importantíssima: a ferramenta sem anúncio não é efetiva! O Instagram, que pertence ao Facebook é uma empresa como qualquer outra e por isso precisam de receita para crescer.

Por esse motivo, o algorítimo do Facebook inibe o desenvolvimento dos posts de empresas como as nossas, fazendo com nos forcem a adquirir investimentos em tráfego/mídia paga.

Sabendo disso, o ideal é sempre ter um budget para investir nessa mídia e possibilitar que novas pessoas conheçam seu negócio através dela, permitindo assim um relacionamento a longo prazo.

O novo sempre atrai os curiosos…

De prima, a atualização do cardápio é uma das primeiras coisas que pensamos na hora de colocar algo diferente no negócio.

A novidade pode estar atrelada aos seguintes pontos:

  • Uma forma de atendimento personalizado;
  • Novas embalagens;
  • Um software novo, no qual possibilitará a melhoria no serviço;
  • O design de um novo prato;
  • Um prato diferenciado – e quando falamos diferenciado que seja realmente diferente dos concorrentes;
  • A forma como é feito seu produto/serviço;
  • O relançamento de um prato também é uma alternativa boa!

E assim vai, poderíamos listar várias ações que são encaradas como novidades no seu restaurante ou negócio da alimentação. O ideal é o empreendedor ter em mente que, renovar/inovar faz parte do seu trabalho.

Para quem quiser explorar o lado do cardápio, aplique a Engenharia de Cardápio para aprimorar o seu menu e trabalhar estrategicamente produtos com maior popularidade e rentabilidade ou com pouco desempenho. Pode te ajudar a ter bons insights.

Outra dica é trabalhar com o cruzamento de insumos, ou seja, utilizar o mesmo ingrediente para criar composições diferentes. Além de gerar economia, você pode criar novidades incríveis e surpreender os seus clientes.