Redação Marketing Chef
Por Redação Marketing Chef
22 de August de 2019

Desenvolver a identidade visual em franquias é transferir para a marca todos os valores em que sua empresa acredita, reunindo elementos que ajudam a comunicar a identidade da empresa com unidade entre todos os canais de comunicação.

Cores, design e demais elementos fazem parte da identidade da franquia e devem corresponder à percepção que você deseja que o público tenha a respeito da marca.

Vamos te dar 5 dicas inicias para você iniciar o processo de identidade visual da sua rede de franquias por dentro de tudo!

1. Comece pela matriz

A primeira unidade da sua franquia serve de modelo para todas as demais, portanto é nela que você trabalha arduamente para criar uma identidade visual para toda a rede.

O conceito do seu restaurante começou com a matriz, e para contar essa história é importante ter ela como cerne de todo o desenvolvimento de marca. O que você quer contar aos seus clientes? O que inspira a sua marca? Quais são as personas que compõem o seu negócio?

Tudo isso faz parte da identidade visual!

2. Dê personalidade à sua marca

Cores, fontes, formas e até os espaços em branco são importantes na construção da identidade visual de franquias. Como você já deve ter ouvido falar, a psicologia das cores traz os significados das tonalidades, como elas impactam as pessoas e como podem ser usadas para que uma empresa atinja seus objetivos.

As fontes utilizadas têm o mesmo efeito: não é apenas o significado de uma palavra, mas os contornos, o conjunto harmonioso formado por todos os elementos é que constitui o que sua marca é para os consumidores.

3. Seja diferente dos demais

Sempre nos inspiramos em marcas de sucesso quando abrimos um novo negócio. Mas o desejo de ser bem-sucedido não pode fazer com que você queira copiar a identidade visual de outras empresas.

Como afirmamos anteriormente, a sua marca deve ser única, com uma identidade visual reconhecida onde quer que as suas unidades estejam implementadas.

Como exemplo, podemos citar marcas como McDonald’s e Nike. Ao ver os logotipos dessas empresas, reconhecemos de primeira.

4. Vá além do logotipo

Muitas pessoas pensam que a identidade visual em franquias se limita ao logotipo da empresa, mas não é assim. Ela envolve todo o arranjo do espaço, desde as cores das paredes até o tipo de uniforme usado pelos colaboradores.

Envolve, ainda, o material gráfico da franquia, como cartões de visita, portfólios impressos e fontes usadas em documentos internos. Pode estender-se à linguagem utilizada pelos funcionários em comunicações escritas.

O branding é uma parte fundamental para desenvolver uma franquia. É importante salientar que o valor da marca aumenta quando você investe em um conceito. Isso vale desde ao guardanapo utilizado, a música tocada no seu restaurante, a temática, o atendimento… tudo é branding. E tudo isso é muito importante.

5. Seja único, simples e direto

A máxima “menos é mais” é bastante válida ao criar identidade visual em franquias. Para que as pessoas lembrem facilmente da sua empresa, é preciso transmitir muito significado com poucos elementos.

É importante condensar todos os valores da sua empresa em uma identidade visual relevante e alinhada com a sua proposta de valor e aplicá-la em todas as unidades de sua franquia.

A unicidade da comunicação é fundamental para ter esse sucesso em cadeia.