Por Redação

27 de abril de 2021

Compartilhe:

Pandemia e mudanças no food service

Entenda quais foram as mudanças mais importantes no setor de food service durante a pandemia.

Você sabe quais mudanças no food service se deram depois da pandemia? Podemos dizer que o novo coronavírus conseguiu mexer com tudo. Operação de delivery, ferramentas de marketing, embalagem, branding já são vistos com outros olhos. 

Isso porque, por mais que a pandemia tenha causado medo, as pessoas não deixaram de se alimentar e nem de buscar experiências. Portanto, a mudança no setor food service, foi importante.

Com as experiências, tanto dos nossos clientes como também as que o mercado tem compartilhado, vamos abordar nesse texto algumas mudanças no food service. Confira. 

Mudanças no food service: 

Operação de delivery

Muitos bares e restaurantes não tinham uma operação de delivery bem estruturada. Já que grande parte do seu lucro vinha através da experiência do cliente no estabelecimento físico. 

Essa foi a primeira grande mudança no food service. Pois aqueles que não tinham o delivery implementado precisaram, de última hora, estruturar uma operação complexa em poucos dias.

Mas aqueles que já tinham, conseguiram então melhorar essa estrutura. Aliás, isso fez com que muitos restaurantes continuassem com um bom número de vendas. 

Ferramentas de marketing

Bom, que o mundo virou praticamente virtual, isso todos nós notamos. Por isso, algumas mudanças também tiveram que acontecer nas ferramentas de marketing. 

Alguns restaurantes viram o quanto estavam sendo reféns de aplicativos pagos de delivery. Dessa forma, começaram a investir em delivery próprio através de sites e apps, que além de vender, torna um relacionamento com o cliente ainda mais sólido e personalizado. 

Portanto, foi um período onde muitos restaurantes escolheram melhorar seu relacionamento com o cliente e começaram a se importar com questões que antigamente passavam batido.

Branding

Durante a pandemia uma das mudanças mais importantes, foi quando os empreendedores notaram que faltava algo para chegar até os clientes em potencial. O que faltava era o branding do restaurante. 

Isso aconteceu porque muitos clientes passaram a consumir com marcas que mostraram o quanto se importam com o momento que estavam passando. 

Por isso, muitas marcas tiveram que estudar seu posicionamento e dar início ao trabalho de conexão com o cliente. Começando a pensar nas vendas como consequência do seu bom relacionamento. 

Além disso, quando o cliente escolhia a marca para viver uma experiência, o esperado era que o restaurante cumprisse com o prometido. 

Embalagem 

Como dissemos, o esperado pelo cliente era que a marca cumprisse com aquilo que tinha prometido. Por mais simples que fosse a entrega do restaurante, era necessário que a experiência com a marca fosse marcante. 

Por isso, o processo de escolha da embalagem passou por uma transformação. Os bares e restaurantes tiveram que pensar em embalagens higiênicas e seguras para esse período. Isso se deu, porque o comportamento do consumidor mudou radicalmente. 

Com a legislação que combate o uso indiscriminado de plásticos, foi preciso que os empreendedores escolhessem embalagens impermeáveis que permitissem a aplicação de álcool no lado externo. 

Isso tudo sem esquecer de um bom design. Já que estaríamos garantindo segurança e funcionalidade, também precisaríamos ter a presença da sua marca na embalagem. Mas antes disso, entenda que o comportamento do seu público vai estar ligado diretamente a escolha da sua embalagem.

Como entender essas mudanças? 

É muito possível que ao longo da pandemia você já tenha feito alguma dessas mudanças. Mas é interessante entender que por mais que esse período acabe, os consumidores continuarão com algumas exigências. 

Por isso, não deixe de avaliar o cenário do seu estabelecimento gastronômico e de que forma ele pode alcançar mais pessoas. Por isso, estude cada vez mais o seu público-alvo para que a sua entrega faça valer a pena.

Precisa de ajuda? Fale com um #foodlover

.