Por marketingchef

19 de janeiro de 2021

Compartilhe:

SEO: Mudanças, o que esperar e mais

Saiba quais as mudanças do SEO e como isso ajudará nas estratégias do seu negócio.

As mudanças do SEO são reflexos do que enfrentamos na pandemia e isso vai alterar a otimização das estratégias. Por isso, é preciso entender como o usuário tem usado a busca do Google e quais métodos devemos seguir.

Depois de um ano onde um vírus infectou milhares de pessoas, quebrou empresas e modificou hábitos e comportamento. O marketing digital para restaurantes acompanhou toda essas mudanças. 

E uma das coisas que mais nos chamou atenção foi a intenção de busca. Pois até o Google precisou se modificar para entender e sanar as dores de seus usuários. Veja as mudanças no SEO para o marketing gastronômico:

O que mudou no comportamento de busca? 

O Google é praticamente o braço direito da grande maioria. Pois através dele é que informações, dúvidas e alternativas são entregues aos usuários. 

O Google Trends nos mostra que o número de busca por assuntos que atingem à saúde, finanças e bem-estar do ser humano teve um aumento exponencial. Confira:

O gráfico representa o aumento nas buscas pela palavra COVID.

vacina-mudanca-no-seo

Agora veja o gráfico que representa as buscas por VACINA.

covida-mudancas-no-seo

Decerto, as intenções de buscas refletem as prioridades do momento. Como por exemplo o COVID e todos os assuntos que permeiam esse assunto. 

Com isso, notamos que o Google teve uma crescente no quesito de dúvidas. Isso fez com que ele tomasse ainda mais cuidado com as informações passadas. Já que os usuários estão em busca de segurança. 

Vamos ver?

Quais modificações do Google? 

Diante do aumento de buscas de dados tão importantes, o Google percebeu que era preciso ser mais criterioso ao levar essas informações adiante. Por isso, ele apostou em algumas mudanças como:

Cobertura on-SERP

O Google trouxe uma alternativa de busca que facilita o usuário a encontrar a informação que ele precisa. Veja:

onserp-mudancas-no-seo

É possível notar que o SERP disponibiliza um menu, onde você consegue ter acesso à determinadas informações mais rápido. Como sintomas, tratamentos e outros. Isso ajudou na busca do usuário.

Além disso o Google entendeu que poderia ajudar microempreendedores – inclusive em nosso setor alimentício – e trouxe algumas novidades em suas ferramentas, como: 

Google Shopping

Vendo que o cenário estava afetando os microempreendedores o Google facilitou a listagem de produtos. E desde o começo da pandemia o Google Shopping ficou gratuito. 

Essa alternativa começou nos Estados Unidos em abril. E ainda está se espalhando ao longo do mundo. Essa mudança facilitou pessoas que quiseram empreender na gastronomia. Melhorando a divulgação e visibilidade de seus produtos.

Google Meu Negócio

Quando o usuário busca o seu restaurante no Google, ou palavras-chaves que tenham conexão com o SEO de um site para restaurantes. 

O Google Meu Negócio apresenta o seu restaurante com uma etiqueta disponibilizando alguns dados como: Telefone, endereço, horário e avaliação. 

A novidade é que através destas etiquetas você informará ao cliente quais são os serviços disponíveis no seu restaurante. Como por exemplo: Refeição no local, para viagem ou entrega sem contato.

google-meu-negocio-mudancas-no-seo

Quais os impactos com as mudanças no SEO?

O mercado deixou de investir em links patrocinados, fazendo com que o SEO trabalhasse praticamente sozinho.

O que facilitou bastante. Uma vez que a grande maioria apostou em estratégias de marketing digital para restaurantes utilizando o SEO para ranquear de forma orgânica o seu negócio.

Sobretudo, é uma alternativa que a longo prazo traz um retorno sustentável. Diferente dos links patrocinados que só funcionam enquanto tem verba sendo destinada. 

Tráfego 

Quem tem site e faz estratégia através dele notou uma diferença em seu tráfego. Ou seja o número de pessoas entrando em um site de negócios alimentícios cresceu ou decaiu ainda mais. 

Já que o aumento de busca nos últimos tempos foi sobre a covid-19 e tudo o que pudesse ajudar o usuário a melhorar seu sistema imunológico, foi preciso analisar e entender o conteúdo do site do seu restaurante ou qualquer outro modelo de negócios gastronômicos. Afim de entregar referências sobre aquilo que o usuário estava buscando. 

É muito provável que os dados de tráfego já estejam se equilibrando. Mesmo porque todos os usuários estão se adaptando a essa nova realidade.

Conteúdo com sensibilidade

No momento mais delicado, foi necessário alterar todas as estratégias e comunicações no marketing para restaurantes. As pessoas estavam vulneráveis e sem saber para onde ir. Foi aqui que muitas marcas cresceram. E outras, desapareceram.

Foi preciso bastante empatia neste momento. As marcas puderam ocupar lugares na mente dos consumidores tão importantes que, levariam o dobro do tempo para conquistar se não fosse pela sensibilidade durante a pandemia. – Rafaella Molineiro, analista de social media da Marketingchef, e quem vos escreve este texto 😉 –

E aqui entra uma dica importante. Entenda qual a necessidade do seu cliente e como sua empresa e o seu produto se posicionam. Isso vai te destacar positivamente na mente do consumidor. 

Compras online 

Não podendo sair de casa as compras online aumentaram. No setor de food service os restaurantes que não tinham operação de delivery funcionando não aguentaram e grande parte quebrou. Por outro lado, isso forçou o mercado a entender de uma vez por todas, a importância do marketing digital para delivery e novas operações começaram a surgir.

O desafio é proporcionar a mesma experiência que os clientes podem ter dentro do estabelecimento. Só que agora, em suas casas.

Isto é, com esse novo cenário empresas que não tiveram o cuidado em se aproximar do cliente buscando a diferenciação na entrega do seu produto por delivery, sua escalada foi ainda mais difícil.

Então muitas marcas investiram em um novo visual de embalagens, compartilharam suas receitas secretas e até a mesma playlist que tocava no restaurante. Tudo com o intuito de proporcionar uma nova experiência sem sair casa.

Mais um ponto para que o SEO esteja dentro das estratégias de marketing digital. Pois cada vez mais as compras serão online e quanto melhor estiver o ranqueamento do seu site, a necessidade de investimento alto em links patrocinados diminuirá.

Consumo local

Antes de passarmos pela pandemia, o incentivo a consumo local estava virando uma tendência para o consumo consciente. E durante a pandemia essa consciência se tornou ainda mais forte. 

Devido ao impacto financeiro, os pequenos empreendedores foram vistos como uma nova alternativa para o delivery.

A divulgação aconteceu organicamente com o objetivo de fortalecer o comércio local. Já que não podiam sair de suas casas a alternativa foi conhecer novos restaurantes.

E no SEO, os novos comércios conseguem se destacar ainda mais na plataforma do Google Meu Negócio. Essa ferramenta vai ajudar para que o seu negócio seja ranqueado no Google. 

Por exemplo, se você tem um restaurante de comida italiana na região de Campinas/SP, e o usuário buscar: Comida italiana e ele estiver na região de Campinas, o seu cartão do Google Meu Negócio aparecerá para ele. Notou a importância?

O que esperar do SEO pós-pandemia?

A forma como trabalhamos SEO no segmento da gastronomia no pós-pandemia é uma incerteza. Mas o que podemos garantir é que não voltará a ser o que era. 

As pessoas mudaram seus costumes, seus hábitos e isso também atingiu o mercado. Hoje, a busca por marcas que mostrem responsabilidade social, econômica e ambiental aumentou ainda mais. Sendo assim, a mudança do SEO foi inevitável pois a cultura de consumo mudou. 

A produção de conteúdo precisa estar alinhada com o pensamento: “O que o usuário está buscando neste momento?”.

Esteja preparado para fazer e criar estratégias de marketing digital para o seu negócio gastronômico focadas no que o usuário tem como necessidade. Pois quando chegamos no cliente com uma alternativa diferente do concorrente, nossas chances de vender mais aumentam.

Acompanhe o ritmo de seus consumidores para alcança-los com mais qualidade. 

Precisa de ajuda? Fale com um #foodlover