Chef Luigi
Por Chef Luigi
13 de October de 2019

Cada vez mais,  pessoas estão investindo em vendas online. Isso porque, além de exigir menos investimento, esse tipo de negócio pode começar pequeno e se expandir em um curto espaço de tempo.  Mas, ao contrário de um negócio físico em que o cliente entra na loja, negocia e leva o produto, as vendas pela internet têm um processo diferente. Por isso, é tão importante aplicar algumas técnicas de retenção para atrair e convencer o cliente a finalizar a compra.

Então, para te ajudar a alavancar as vendas no ambiente digital,preparamos algumas dicas para aumentar as suas vendas online. Vamos lá?

1- O site e as vendas online

O site da sua loja virtual precisa ter um layout atrativo, organizado e clean. Além disso, ele precisa falar diretamente com o seu público alvo, ser prático e intuitivo de usar.

Outro ponto de extrema importância, é a segurança. Seu cliente precisa saber que está navegando e comprando em um ambiente seguro para transações online e para isso, o certificado SSL é necessário. Isso também aumenta sua pontuação na busca orgânica do Google, fator que gera um melhor posicionamento, dando assim prioridade para sites que usam o HTTPS na URL.

Um site responsivo, funcional e com boa navegabilidade também pode ser um grande atrativo, já que melhora a experiência do usuário durante a compra e contribui para a fidelização em sua loja online. Podemos dizer que se você tem um site bem estruturado, garantirá um posicionamento melhor em resultados orgânicos. Nesse ponto, ainda é importante que o seu site tenha um bom alcance, para que ele seja facilmente visualizado por smartphones e tablets, que hoje respondem por 1/3 das vendas no mercado de e-commerce.

SEO

O uso de palavras-chave e estratégias de SEO (Search Engine Optimization), que significa “otimização para mecanismos de busca” também são fundamentais para o sucesso do seu negócio. Para que você entenda melhor, as estratégias de SEO nada mais são do que a otimização do seu site, visando o aumento de acessos através de um conjunto de artifícios.

Um ótimo exemplo disso é como o uso de palavras-chaves (que basicamente resumem o conteúdo principal do seu texto e identificam temas e ideias relevantes), atuam como referência para resultados orgânicos dos mecanismos de busca, como o Google. Ou seja, quanto mais otimizado e legível for o seu conteúdo, melhor será o ranqueamento do seu site. Exemplo, se o seu restaurante comercializa Linguiças artesanais e está na cidade de São Paulo, uma das palavras-chave que serão trabalhadas no site serão: linguiças artesanais em sp.

Outras estratégias usadas para a melhor leitura e reconhecimento do seu conteúdo, se dão través das metas-descrições e tags para nomes de imagens, que influenciam diretamente no posicionamento da sua página e afetam positivamente a maneira que o seu público alvo recebe e lê o que você posta. Lembre-se que pessoas buscam respostas rápidas e práticas para as suas dúvidas, por isso, quanto mais esclarecido for o seu conteúdo, melhor será o desempenho do seu site.

2- Blog

Saber quem é o seu público é determinante para o sucesso do seu e-commerce a curto, médio e longo prazo. Por isso, a definição do público-alvo precisa ser encarada como o ponto de partida no planejamento da sua comunicação e objetivos de marketing.

Para auxiliar nesse planejamento, uma boa estratégia é filtrar esse público através de um blog que reúna conteúdos específicos. Assim você pode atrair as pessoas certas para o seu negócio. Assim, além de ajudar a construir um relacionamento com o público, todo o conteúdo oferecido poderá servir também como estratégia de inbound marketing para captar as pessoas que mais interessam ao seu negócio.

3- Faça promoções sazonais e incremente as vendas online

Promoções são um grande atrativo para o meio virtual. A concorrência tem aumentado e consequentemente os atrativos da marca devem ser melhor percebidos pelo clientes.

A Black Friday, é um bom exemplo disso. Sendo o maior evento para o e-commerce brasileiro, é a oportunidade perfeita para o seu negócio faturar. Afinal de contas, datas comemorativas são sempre muito importantes para o varejo. Por isso, faça um planejamento anual e use as datas comemorativas a seu favor!

4- Amplie as formas de pagamento

Lojas virtuais já tem vantagem na corrida, por conseguirem praticar valores menores. Porém, sem a variedade de formas de pagamento, essa vantagem pode não mostrar toda a sua força.

Um dado importante é que 80% das vendas on-line são pagas com cartões de crédito. Mas, os outros 20% são através de depósito bancário, transferências e boletos.

5- Cadastro e processos

Todas as páginas do seu site devem ser fáceis de usar. Por isso, facilite o processo de cadastro e finalização de pedido. Invista em informações claras e layout leve, para facilitar a navegabilidade do seu cliente. Quanto mais processos e etapas existirem no site, menor é a possibilidade de pessoas finalizarem a compra. Menos é mais.

[LEIA MAIS: Meu restaurante na internet: O que devo saber?]

*Bônus

Tenha um bom relacionamento com o seu cliente

Para isso, é importante ter uma comunicação clara, e uma boa presença digital. Isso inclui postagens interessantes nas redes sociais onde seu público está presente. Além disso, envio de e-mails marketing e canais de atendimento online.

Vale destacar que o patrocínio de redes, são fundamentas para a obtenção de maior alcance de público. Uma boa dica é saber reconhecer a  necessidade atual do seu negócio. O desafio maior é saber em quais situações o investimento em uma determinada ferramenta pode ser mais vantajosa que a outra. Entenda também como as mudanças do Facebook podem significar para a sua empresa!